Exibindo 1–18 de 37 resultados

Nosferatu

Vic McQueen não é como as outras crianças. Ela consegue encontrar coisas impossíveis de serem achadas ao atravessar de bicicleta uma ponte perto de sua casa. Mas, em um dia particularmente ruim em que estava procurando problemas, Vic acaba encontrando Charles Manx. Manx é um homem que dirige seu velho Rolls-Royce com a placa NOS4A2, capturando crianças e levando-as para um lugar em que todos os dias é Natal. Parece um sonho, mas a aparência e os maneirismos de Manx dão a entender que é justamente o oposto. Vic consegue escapar das garras do homem, mas, anos depois, quando seu filho desaparece, ela descobre que Manx está vivo e que o NOS4A2 tem um novo passageiro: seu filho.

R$69,90

Contos Inacabados de Númenor e da Terra-média

Contos Inacabados de Númenor e da Terra-média é uma coletânea de narrativas que vão desde os Dias Antigos da Terra-média até o final da Guerra do Anel.
Dentre seus contos há um relato de Gandalf sobre como ele enviou os Anãos para Bolsão, uma descrição detalhada sobre a organização militar dos Cavaleiros de Rohan, além de um relato alternativo da lenda dos filhos de Húrin.
A obra contém, ainda, a única história que restou sobre as longas eras de Númenor antes de sua queda, e tudo o que se conhece sobre temas como os Cinco Magos, as Palantíri ou a lenda de Amroth.
Os contos foram reunidos e editados pelo filho e herdeiro literário do autor, Christopher Tolkien, que fornece um breve comentário sobre cada história, ajudando o leitor a preencher as lacunas e a colocar cada uma no contexto dos demais escritos de seu pai.

R$69,90

Cursed – A lenda do lago

Quem empunhar a Espada do Poder será o único e verdadeiro rei. Mas e se a espada do poder escolher uma rainha?, Por toda a vida, Nimue foi excluída pela população de seu vilarejo druídico. Sua ligação com a magia maléfica a tornava assustadora para os vizinhos, e tudo que ela queria era partir. Um dia, porém, o vilarejo é massacrado pelos Paladinos Vermelhos, radicais religiosos inclementes com aqueles que consideram hereges, e o destino de Nimue muda para sempre. Encarregada por sua mãe no leito de morte de entregar uma antiga espada a um lendário feiticeiro, ela agora é a única esperança do povo feérico. Apesar de não haver espaço para vingança em sua busca, o poder mágico crescente na garota não pensa em outra coisa.Nimue se une a um charmoso mercenário chamado Arthur e a refugiados feéricos de toda a Inglaterra, portando a espada designada para o único e verdadeiro rei, enfrentando os Paladinos Vermelhos e o exército de um monarca corrupto. Ela luta para vingar a morte da família, manter seu povo unido e descobrir seu verdadeiro destino. E, talvez, a única coisa capaz de mudar o destino seja a lâmina de uma espada.

R$64,90

Os filhos de Húrin

O mais poderoso guerreiro que já existiu na Terra-média fora Húrin, cujo orgulho era tão grande quanto sua força física. Ao ser capturado pelas forças de Morgoth, o Primeiro Senhor Sombrio, Húrin resiste às ameaças e torturas que lhe foram impostas no cativeiro e ousa zombar do líder maligno. As consequências de sua postura resoluta recaem, na forma de uma maldição, diretamente em sua família.Morwen, esposa de Húrin, mesmo grávida e sob grande perigo, envia Túrin, seu filho primogênito, para o Reino élfico de Doriath, cujo rei recebe o menino e o protege das muitas ameaças que se espalham com o avanço do poderio de Morgoth. A criança é criada como um príncipe e se torna um destemido guerreiro, que herda o temperamento arredio e severo da mãe, bem como a destreza de batalha do pai. Túrin se torna um justiceiro nas terras ermas e o grande motivo de pavor por parte dos servos de Morgoth. Sabendo que o Túrin era o misterioso guerreiro no ermo, o Senhor Sombrio dispende sua mais maliciosa criatura para trazer desgraça à família de Húrin: Glaurung, o Pai dos Dragões. O lagarto de fogo tece um plano venenoso e intrincado para destruir Túrin, sua mãe Morwen e sua irmã Nienor. Dessa forma, o Destino cobrará um alto preço pela arrogância de pai e filho.Considerada a grande tragédia escrita por J.R.R. Tolkien, Os Filhos de Húrin apresenta uma narrativa ininterrupta e completa. Ao lado de Beren e Lúthien e A Queda de Gondolin, a história é considerada um dos “Três Grandes Contos dos Dias Antigos” que estão dispostos de maneira condensada em O Silmarillion. O livro apresenta textos explicativos de Christopher Tolkien, bem como ilustrações coloridas e em preto e branco do respeitado ilustrador Alan Lee, ganhador do Oscar de Melhor Direção de Arte pela trilogia cinematográfica de O Senhor dos Anéis.

R$59,90

O Senhor dos Anéis: O retorno do rei

O Retorno do Rei, , , , , ,

R$69,90

O Senhor dos Anéis: As duas torres

As Duas Torres, , , , , , , ,

R$69,90

O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel

A Sociedade do Anel, , , , , , , , , ,

R$69,90

Box Trilogia O Senhor dos Anéis

Apesar de ter sido publicado em três volumes – A Sociedade do Anel, As Duas Torres e O Retorno do Rei – desde os anos 1950, O Senhor dos Anéis não é exatamente uma trilogia, mas um único grande romance que só pode ser compreendido em seu conjunto, segundo a concepção de seu autor, J.R.R. Tolkien. Com design cuidadosamente pensado para refletir a unidade da obra e os desenhos originais feitos por Tolkien para as capas de cada volume, este box reúne os três livros da Saga do Anel e oferece aos leitores uma nova oportunidade de mergulhar no notável mundo da Terra-média.

R$199,90

O Hobbit – Capa Smaug

Bilbo Bolseiro era um dos mais respeitáveis hobbits de todo o Condado até que, um dia, o mago Gandalf bate à sua porta. A partir de então, toda sua vida pacata e campestre soprando anéis de fumaça com seu belo cachimbo começa a mudar. Ele é convocado a participar de uma aventura por ninguém menos do que Thorin Escudo-de-Carvalho, um príncipe do poderoso povo dos Anãos. Esta jornada fará Bilbo, Gandalf e 13 anãos atravessarem a Terra-média, passando por inúmeros perigos, sejam eles, os imensos trols, as Montanhas Nevoentas infestadas de gobelins ou a muito antiga e misteriosa Trevamata, até chegarem (se conseguirem) na Montanha Solitária. Lá está um incalculável tesouro, mas há um porém. Deitado em cima dele está Smaug, o Dourado, um dragão malicioso que… bem, você terá que ler e descobrir.Lançado em 1937, O Hobbit é um divisor de águas na literatura fantástica mundial. Mais de 80 anos após a sua publicação, o livro que antecede os ocorridos em O Senhor dos Anéis continua arrebatando fãs de todas as idades, talvez pelo seu tom brincalhão com uma pitada de magia élfica, ou talvez porque J.R.R. Tolkien tenha escrito o melhor livro infanto-juvenil de todos os tempos.

R$44,90

O Hobbit + Pôster

Bilbo Bolseiro era um dos mais respeitáveis hobbits de todo o Condado até que, um dia, o mago Gandalf bate à sua porta. A partir de então, toda sua vida pacata e campestre soprando anéis de fumaça com seu belo cachimbo começa a mudar. Ele é convocado a participar de uma aventura por ninguém menos do que Thorin Escudo-de-Carvalho, um príncipe do poderoso povo dos Anãos. Esta jornada fará Bilbo, Gandalf e 13 anãos atravessarem a Terra-média, passando por inúmeros perigos, sejam eles, os imensos trols, as Montanhas Nevoentas infestadas de gobelins ou a muito antiga e misteriosa Trevamata, até chegarem (se conseguirem) na Montanha Solitária. Lá está um incalculável tesouro, mas há um porém. Deitado em cima dele está Smaug, o Dourado, um dragão malicioso que… bem, você terá que ler e descobrir.Lançado em 1937, O Hobbit é um divisor de águas na literatura fantástica mundial. Mais de 80 anos após a sua publicação, o livro que antecede os ocorridos em O Senhor dos Anéis continua arrebatando fãs de todas as idades, talvez pelo seu tom brincalhão com uma pitada de magia élfica, ou talvez porque J.R.R. Tolkien tenha escrito o melhor livro infanto-juvenil de todos os tempos.

R$59,90

O Silmarillion

O Silmarillion é o relato dos Dias Antigos da Primeira Era do mundo criado por J.R.R. Tolkien. É a história longínqua para a qual os personagens de O Senhor dos Anéis e O Hobbit olham para trás, e em cujos eventos alguns deles, como Elrond e Galadriel, tomaram parte. Os contos de O Silmarillion se passam na época em que Morgoth, o Primeiro Senhor Sombrio, habitava a Terra-média, e os Altos-Elfos guerreavam contra ele pela recuperação das Silmarils, as joias que continham a pura luz de Valinor. O livro começa com o “Ainulindalë”, o mito da criação do Universo, seguido pelo “Valaquenta”, onde estão descritas a natureza e os poderes de cada um dos deuses. Em o “Quenta Silmarillion” há o início da contagem dos dias em Arda (o mundo onde está inserido o continente da Terra-média), a história dos Elfos na Terra Abençoada do Oeste, seus êxodos e o desenrolar das guerras élficas em Beleriand, que culminaram com o final da Primeira Era. O “Akallabêth” narra o apogeu e a queda do reino da grande ilha de Númenor no final da Segunda Era. Por fim, “Dos Anéis de Poder” fala dos grandes eventos no final da Terceira Era, como narrado em O Senhor dos Anéis.

R$69,90

Beren e Lúthien

Citada em O Senhor dos Anéis, a principal história contada em O Silmarillion narra o romance e a jornada épica de Beren, um homem mortal, e Lúthien, uma princesa élfica. O pai dela, um grande senhor élfico, opõe-se à união e, para permitir o casamento com Lúthien, impõe a Beren uma tarefa impossível de ser realizada. É este o foco central da lenda: a tentativa incrivelmente heroica de Beren e Lúthien juntos, roubar uma Silmaril do maior de todos os seres malignos, Morgoth, o Sombrio Inimigo do Mundo. Escrito originalmente entre 1916 e 1917, o conto de Beren e Lúthien sofreu diversas mudanças e ajustes ao longo de toda a vida de J.R.R. Tolkien. Neste livro, seu filho, Christopher Tolkien, reuniu pela primeira vez as diferentes versões da lenda, escritas em diferentes épocas, em prosa ou em versos altamente musicais. Ao lado de “A Queda de Gondolin” e “Os Filhos de Húrin”, “Beren e Lúthien” era considerado por Tolkien um dos Três Grandes Contos dos Dias Antigos. Cada um deles é apresentado, de forma resumida, em O Silmarillion, mas também foi desenvolvido por Christopher, cada qual, em um livro próprio. Dentre eles, talvez “Beren e Lúthien” fosse o mais apreciado, a nível pessoal, por seu próprio autor, que relacionava o romance mágico entre os dois protagonistas à sua própria história de amor com a esposa, Edith Bratt.A grande aventura do casal é retratada através das belíssimas ilustrações do renomado artista Alan Lee, ganhador do Oscar de Melhor Direção de Arte pela trilogia cinematográfica de O Senhor dos Anéis.

R$59,90

O pequeno príncipe – Bolso

Nesta edição de bolso da clássica história que marcou gerações de leitores em todo o mundo, um piloto cai com seu avião no deserto do Saara e encontra um pequeno príncipe, que o leva a uma jornada filosófica e poética através de planetas que encerram a solidão humana. A edição conta com a clássica tradução do poeta imortal dom Marcos Barbosa, e é a versão mais consagrada da obra, publicada no Brasil desde 1952. Acompanha uma carta muito especial do sobrinho de Antoine de Saint-Exupéry, a assinatura do autor na capa e um selo holográfico oficial do Pequeno Príncipe.

R$11,90

A queda de Gondolin

A Queda de Gondolin narra a trajetória de Tuor, um homem de uma casa outrora nobre, que agora tenta fugir da escravidão para buscar uma mítica e secreta cidade, da qual conhece apenas rumores. A cidade é Gondolin, o último grande refúgio élfico que ainda resiste ao domínio de Morgoth, o Sombrio Inimigo do Mundo. Deixando para atrás a servidão e sua terra natal, Tuor sente em seu íntimo que, de alguma forma, não está vagando no ermo, mas que é guiado pelos caminhos que se abrem à sua frente.

R$59,90

O exorcista

Um clássico do terror com mais de 13 milhões de exemplares vendidos “Impossível parar de ler. Poe e Mary Shelley reconheceriam [William Peter Blatty] como mais um companheiro do limbo ambíguo entre o natural e o sobrenatural… De arrepiar.” – Life Uma obra que mudou a cultura pop para sempre, O exorcista é o livro que deu origem ao maior filme de terror do século XX. Quatro décadas após chocar o mundo inteiro, a obra-prima de William Peter Blatty permanece uma metáfora moderna do combate entre o sagrado e o profano, em um dos romances mais macabros já escritos.. O mal assume várias formas. Seja com monstros, fantasmas ou demônios, tanto a literatura quanto o cinema sempre foram bem-sucedidos em representar a essência do nosso lado mais reprovável. O exorcista, no entanto, conseguiu superar qualquer outra obra do gênero. Inspirado no caso real do exorcismo de um adolescente, o escritor William Peter Blatty publicou em 1971 a perturbadora história de Chris MacNeil, uma atriz que sofre com inesperadas mudanças no comportamento da filha de 11 anos, Regan. Quando todos os esforços da ciência para descobrir o que há de errado com a menina falham e uma personalidade demoníaca parece vir à tona, Chris busca a ajuda da Igreja para tentar livrar a filha do que parece ser um raro caso de possessão. Cabe a Damien Karras, um padre da universidade de Georgetown, salvar a alma de Regan e ao mesmo tempo tentar restabelecer a própria fé, abalada desde a morte da mãe. Neste livro, Blatty conseguiu dar ao demônio a sua face mais revoltante: a corrupção de uma alma inocente. A menina Regan é, ao mesmo tempo, o mal e sua vítima. Ela recebe a pena e a revolta de leitores e espectadores em doses equivalentes e, mesmo quarenta anos depois, seu sofrimento e o abismo entre o que ela era e o que se torna continuam nos atormentando a cada página, a cada cena. Um clássico do terror que se mantém atual como somente os grandes nomes do gênero poderiam criar, O exorcista não se trata apenas de uma simples história sobre o bem contra o mal, ou sobre Deus contra o Demônio, mas também sobre a renovação da fé.. WILLIAM PETER BLATTY é um escritor e roteirista norte-americano. Sua obra prima, O exorcista, é um dos romances mais polêmicos já escritos e tornou-se um fenômeno literário, best seller absoluto e um clássico do terror. O autor também foi o responsável pelo roteiro da adaptação para o cinema de 1973, pelo qual ganhou um Oscar. O filme também conquistou dez indicações ao prêmio, inclusive de melhor filme, algo inédito para uma obra do gênero.

R$31,90

Máquinas mortais

Neste brilhante mundo criado por Philip Reeve, a humanidade quase teve um fim em um conflito nuclear e biológico chamado de Guerra dos Sessenta Minutos. O mundo virou um descampado, a tecnologia foi praticamente extinta e todos os esforços humanos se voltaram para um único objetivo: fazer suas cidades sobreviverem. Para isso, elas precisam se mover, se tornando Cidades de Tração, para se afastar da radioatividade e doenças. Londres é uma grande cidade e está sempre a busca de novas cidades para se alimentar, como dita o Darwinismo Municipal: metrópoles consomem as cidades menores, que consomem vilarejos e assim por diante…No meio de um ataque de Londres à uma cidadezinha desesperada, Hester Shaw, uma menina com uma cicatriz horrível, tenta matar Thaddeus Valentine, o maior arqueólogo da metrópole. Valentine é salvo por Tom Natsworthy, um historiador aprendiz de terceira classe. De repente, ambos acabam caindo para fora da Cidade de Tração. Agora perdidos no vasto Campo de Caça, sem uma cidade para protegê-los, os dois precisam unir forças para alcançar Londres e sobreviver a um caminho cheio de saqueadores, piratas e outras Cidades de Tração. Além disso, ao que tudo indica Londres está planejando um ato desumano, envolvendo uma arma não usada na Guerra dos Sessenta Minutos, que pode dar fim ao pouco que restou do planeta…

R$44,90

Os imortalistas

Se você soubesse a data de sua morte, como viveria sua vida? É 1969 no Lower East Side de Nova York e os rumores na vizinhança são sobre a chegada de uma mulher mística, uma vidente que se diz ser capaz de dizer a qualquer um qual será o dia de sua morte. As crianças Gold – quatro adolescentes que estão começando a conhecer a si mesmos – saem de casa sorrateiramente para saber sua sorte. As profecias informam as próximas cinco décadas de sua vida. Simon, o menino de ouro, escapa para a costa oeste, procurando por amor na São Francisco dos anos 80; a sonhadora Klara se torna uma ilusionista em Las Vegas, obcecada em misturar realidade e fantasia; Daniel, o filho mais velho, luta para se manter seguro como um médico do exército após o 9 de setembro; e Varya, a amante dos livros, se dedica a pesquisas sobre longevidade, nas quais ela testa os limites entre ciência e imortalidade. Um romance notavelmente ambicioso e profundo com uma brilhante história de amor familiar, Os imortalistas explora a linha tênue entre destino e escolha, realidade e ilusão, este mundo e o próximo. É uma prova emocionante do poder da literatura, a essência da fé e a força implacável dos laços familiares.

R$49,90

A intuicionista

São tempos de calamidade no Departamento de Inspeção de Elevadores de uma grande metrópole, e Lila Mae Watson, a primeira mulher negra inspetora de elevadores da história do departamento, está no centro de tudo. O departamento é formado por dois grupos rivais: Os Empiristas, que trabalham de acordo com as regras, cuidadosamente verificando se não há estriamentos nos cabos de guincho e coisas afins; e os Intuicionistas, que são simplesmente aptos a entrar no elevador em questão, meditar e intuir se há algum defeito.Lila Mae é uma Intuicionista, e tem o maior grau de precisão de toda a equipe. Mas quando um elevador entra em queda livre em seu turno, o caos é estabelecido. É ano de eleições na Associação dos Elevadores, e nada melhor para os Empiristas do que a culpa recair sobre uma Intuicionista. Mas Lila Mae nunca erra. “Engenhoso e completamente original… Reputações literárias nem sempresobem e descem tão previsivelmente quanto elevadores, mas se há algumajustiça no mundo da ficção, a reputação de Colson Whitehead deve ascenderpara os andares mais elevados.”  THE NEW YORK TIMES    “A prosa de Whitehead é graciosa e frequentemente lírica,e seu submundo dos elevadores é uma criação complexa e afetuosamenteconcretizada.”  THE NEW YORKER Em uma cidade cheia de arranha-céus que é uma mistura da engenhariado século XXI com as políticas clientelistas do século XIX, os elevadores são a expressão tecnológica do ideal vertical e Lila Mae Watson, a primeira mulher negra inspetora de elevadores da cidade, é o símbolo reprimidoda mobilidade ascendente.   Quando o elevador Número Onze do recém-inaugurado Edifício MemorialFanny Briggs entra em uma queda livre mortal apenas horas depois de Lila Mae ter se desconectado dele usando o controverso método “intuicionista” de determinar a segurança de elevadores, tanto os Intuicionistas quanto os Empiristas reconhecem a armação, mas ambos parecem dispostos a deixar a culpa recair sobre Lila Mae em um ano eleitoral.   A intuicionista, romance de estreia do vencedor do Pulitzer 2017 Colson Whitehead, é uma inteligente e versátil crítica social – principal marca de suas obras.

R$39,90