Exibindo 37–54 de 63 resultados

Todo o dinheiro do mundo

O magnata do petróleo J. Paul Getty construiu a maior fortuna dos Estados Unidos – e chegou perto de destruir a própria família no processo, com o nome Getty, como um jornalista declarou, “se tornando sinônimo de família problemática”. Mas o desastre precisava acontecer?
Quando Paul Getty foi sequestrado aos dezesseis anos, a notícia se espalhou pelo mundo. Mas seu avô, então o americano mais rico vivo, se recusou a pagar o resgate, ignorando o sofrimento do neto. Com os dias se arrastando dolorosamente, virou responsabilidade de Gail, a mãe perturbada mas determinada de Paul, negociar com os sequestradores…
Nesta biografia completa da família Getty, John Pearson narra a criação da riqueza fenomenal e as maneiras como ela tocou e manchou as vidas de várias gerações, traçando boa parte dos problemas até a figura bizarra do bilionário avarento, o próprio J. Paul Getty – e demonstra que o dinheiro pode sim comprar a sobrevivência e até a felicidade.
Todo o Dinheiro do Mundo agora é uma superprodução de cinema, dirigido por Ridley Scott e com roteiro de David Scarpa, estrelando Michelle Williams e Mark Wahlberg. Cheio de personagens excêntricos, rixas e reviravoltas, se trata de uma saga fascinante de uma dinastia extraordinária e um olhar dedicado para as vidas dos super-ricos.

R$39,90

O livro de ouro das revoluções

De revoltas populares a golpes militares, de guerras civis a rebeliões políticas, as revoluções ao redor do mundo mudaram o rumo da história da humanidade. As revoluções foram chamadas de motores da história, derrubaram regimes e impérios seculares, trouxeram novas e poderosas ideias à linha de frente da política, criaram nações e fizeram o povo subir à ribalta pública pela primeira vez.A abordagem de Almond não só cobre as revoluções ‘clássicas’ da história, mas também analisa as contrarrevoluções, as ‘revoluções contra o progresso’ que desafiaram as presunções modernas em tempos recentes. Escrito em um estilo vívido e acessível, este livro é um tratamento contemporâneo a um tema clássico da história, de relevância crucial para o mundo moderno.

R$29,90

1565 : Enquanto o Brasil nascia

Este livro é a história dos inúmeros e improváveis personagens que, juntos, passaram por batalhas sangrentas, vitórias e reveses, episódios de sorte e coragem, e grandes aventuras para construir o Brasil nos dois primeiros séculos de colonização portuguesa. O jornalista Pedro Doria narra os eventos que culminaram na fundação do Rio de Janeiro, em 1565, passando pelo nascimento de São Paulo, anos antes, e costurando as histórias de portugueses, índios, franceses e africanos que, entre erros e acertos, inventaram um país.

R$34,90

O livro de ouro da mitologia

Altares ruíram e templos se perderam nas areias do tempo, mas as religiões da Grécia e da Roma Antigas nunca despareceram por completo. Seu legado de mitos e heróis continua presente até hoje, e é o pilar da cultura ocidental. As histórias passadas de geração a geração há milênios, que hoje são peças-chave das mais populares e consagradas obras de diversas formas de arte estão reunidas aqui, sob as bênçãos de Zeus.As mais cativantes narrativas que a mente humana já criou transportam o leitor para terras onde fatos incríveis acontecem – onde belas ninfas e corajosos heróis veem seus destinos nas mãos de caprichosos deuses e criaturas fantásticas ganham vida.

R$34,90

1789 : A história de Tiradentes, contrabandistas, assassinos e poetas que sonharam a Independência do BrasilBruto e apaixonado

Você realmente conhece a história de Tiradentes e de seus companheiros inconfidentes?Minas Gerais no final do século XVIII era um lugar efervescente, selvagem e perigoso. Porém, muito mais perigosas que as rotas de contrabando de ouro e diamantes eram as ideias que pairavam na cabeça de jovens instruídos, movidos pelo sonho de democracia e igualdade que vinha da então nascente república da América do Norte.Passionais, malandros, corajosos e principalmente audaciosos, os inconfidentes mineiros são personagens extremamente cativantes, e são conduzidos nesse livro para longe do didatismo escolar. O leitor vai encontrar nessas páginas uma trama densa, cheia de suspense e reviravoltas impressionantes, além de entender como nomes comuns a nossa memória coletiva se deixaram corromper e lutaram pela construção do Brasil. Mais ou menos como conhecemos hoje em dia.

R$34,90

Vacas

Por que seguir o rebanho?
Tara é mãe solteira e divide o tempo entre a filha pequena e o trabalho em uma produtora de TV onde tem que lidar com o machismo casual diariamente. Stella vive assombrada pelo fantasma de uma doença devastadora. Cam é uma blogueira famosa, mora bem e pode se dar ao luxo de escolher o homem que quiser, mas isso não quer dizer que ela está livre da pressão da família para se adequar aos moldes conservadores.
As três estão tentando viver da melhor forma possível, embora a sociedade tente forçá-las a se encaixar nas expectativas dos outros – seja como mães, profissionais, amigas ou irmãs. Quando um acontecimento extraordinário as une de forma irreversível, a catástrofe de uma mulher se torna a inspiração da outra.
Best-seller do Sunday Times, Vacas é um romance poderoso e único, em que três mulheres, em meio a todo o caos do mundo moderno, precisam encontrar a própria voz.
“Hilário e doloroso. Impossível de tirar da cabeça!”
Kristen Wiig, estrela de Caça-fantasmas e Missão Madrinha de Casamento

R$34,90

Jihadi John

Como um adolescente londrino se transformou no terrorista mais procurado do mundo.Foi um momento decisivo, a primeira vez em que “Jihadi John” apareceu. De repente, o Estado Islâmico tinha um rosto, e o mundo inteiro sabia a proporção da sua brutalidade. Semanas depois, quando a identidade do jihadi foi revelada, o jornalista Robert Verkaik ficou chocado ao perceber que aquele era o mesmo homem que havia entrevistado anos antes: em 2010, Mohammed Emwazi era um profissional de TI que afirmava que os departamentos de segurança estavam destruindo a sua vida, perseguindo de forma incessante a ele, a sua família e a sua noiva. Será que já estavam rastreando um extremista perigoso ou teriam sido os responsáveis por levar Emwazi ao limite?Das origens do terrorista até o desfecho da operação aérea norte-americana que matou Emwazi em novembro de 2015, a investigação de Verkaik o leva a questões profundamente perturbadoras. O que havia levado Emwazi a pedir ajuda para ele em 2010? E por que centenas de britânicos querem se juntar ao Estado Islâmico? Em uma pesquisa de ampla urgência e importância, Verkaik vai além da criação de um terrorista, examinando o processo que leva milhares de jovens à radicalização e à intolerância.

R$44,90

Perfis de coragem

Em 1955, John F. Kennedy, então senador dos Estados Unidos, escolheu oito de seus colegas históricos e escreveu um perfil sobre cada um deles, com enfoque em seus atos de integridade surpreendente quando confrontados com uma oposição ferrenha. Alguns desses heróis são John Quincy Adams, Daniel Webster, Thomas Hart Benton e Robert A. Taft.
Vencedor do Pulitzer de 1957, Perfis de Coragem ressoa com lições atemporais sobre a mais valorizada das virtudes e é um lembrete poderoso da força do espírito humano.
“Meus pais acreditavam que heróis realmente existem e que todos podem aprender com seus exemplos. Os heróis de meu pai eram homens e mulheres dispostos a arriscar suas carreiras para fazer o que era certo para o país. Perfis de coragem narra as histórias dessas pessoas.”Caroline Kennedy
“Se há uma lição a ser tirada das vidas dos homens que John Kennedy retrata neste livro, se há uma lição a ser tirada de sua vida e de sua morte, é que no nosso mundo ninguém pode se dar ao luxo de ser apenas um observador, um crítico à margem de tudo.”Robert F. Kennedy
“Meu pai ensinou a todos nós que nunca se é velho ou novo demais para o serviço público. O desafio lançado pelo presidente Kennedy em sua cerimônia de posse – “Não pergunte o que seu país pode fazer por você, mas sim o que você pode fazer por seu país” – resumiu sua vida e sua carreira, e continua tão verdadeiro hoje quanto há quarenta anos. Para mim, o legado de seu governo permanece vivo nos milhares de americanos que foram inspirados por ele e que se envolveram em suas comunidades, escolas, vizinhanças, fazendo parte do Movimento dos Direitos Civis e do Corpo da Paz. Os Estados Unidos foram transformados pela energia e pela dedicação de uma geração. Agora, cabe a nós redefinir esse compromisso a cada época.”Caroline Kennedy

R$49,90

Histórias não (ou mal) contadas : Revoltas, golpes e revoluções no Brasil

Tiradentes não foi um pobre coitado. D. Pedro I deu o primeiro golpe da história brasileira. Os africanos não aceitaram a escravidão passivamente e organizaram diversas revoltas em todo o país. Um golpe militar garantiu a democracia em 1955. São esses e outros relatos que compõem o novo livro de Rodrigo Trespach, Histórias não (ou mal) contadas: revoltas, golpes e revoluções no Brasil. Baseado em fontes primárias e vasta bibliografia, o historiador narra com linguagem acessível e cativante os lados ocultos dos golpes e revoluções que ajudaram a construir o país, desde a Independência ao impeachment de Dilma Rousseff. Este livro é um convite para que o leitor encare eventos e personagens nacionais de uma maneira que nunca viu antes – recheada de curiosidades e fatos surpreendentes.VOCÊ SABIA QUE, NA HISTÓRIA POLÍTICA DO BRASIL:A PRIMEIRA ASSEMBLEIA CONSTITUINTE brasileira reuniu-se em uma antiga cadeia pública?O PRIMEIRO CHEFE DO EXECUTIVO DO PAÍS eleito por meio do voto foi um padre secular que combatia o celibato?A REPÚBLICA FOI PROCLAMADA ao som da Marselhesa, o hino da França?UM GOLPE MILITAR garantiu a democracia, em 1955?

R$39,90

Primeiro mataram meu pai

Filha de um oficial de alto escalão do governo, Loung Ung teve uma vida privilegiada na capital de Camboja, Phnom Penh, até os cinco anos de idade. Porém, em abril de 1974, o ditador Pol Pot assumiu o poder e liderou um dos regimes mais atrozes da história: o Khmer Vermelho. O exército invadiu a cidade, obrigando a família de Loung a fugir e, eventualmente, a se separar. Enquanto Loung se tornou uma criança-soldado, seus irmãos passaram a viver em um campo de trabalhos forçados. Primeiro mataram meu pai conta a jornada de Loung e de sua família durante esses anos terríveis. Contudo, este não é um mero relato sobre os horrores de uma ditadura. Sua história é o testemunho da força do espírito humano, capaz de manter a esperança e o amor vivos mesmo em meio à tragédia.

R$34,90

Memórias da Segunda Guerra – Vol. 1

Do momento mais sombrio e glorioso da Inglaterra até a Grande Aliança e a vitória final, a Segunda Guerra Mundial continua a ser o evento mais marcante do século XX. Sem dúvida, o momento formador do mundo em que vivemos hoje. Comemorando o aniversário de setenta anos do final da guerra, a Nova Fronteira lança uma nova edição em dois volumes da história obra de Winston Churchill sobre os anos cruciais de formação, desenvolvimento e conclusão do conflito, abarcando desde 1919 até 1945. Neste primeiro volume, Churchill reconstrói com minúcia e ritmo os principais eventos ocorridos entre 1919 e junho de 1941: desde as contendas geradas pelo Tratado de Versalhes, a fulgurante ascensão de Hitler, o novo quadro político europeu até a invasão da URSS pela Alemanha.

R$59,90

1499 : O Brasil antes de Cabral

Saiba como uma mulher das cavernas azarada, caciques com mania de grandeza e conquistadores canibais estão revolucionando o que sabemos sobre o Brasil antes de CabralEsqueça a velha ideia de que, antes da chegada dos portugueses, o Brasil não passava de uma vasta extensão de mato povoada por um punhado de índios. A saga pré-histórica do país, que está sendo desenterrada por uma nova leva de estudos arqueológicos, inclui metrópoles “perdidas” em plena Amazônia, redes de comércio vibrantes, grandes monumentos e tradições artísticas espetaculares. Este livro relata a ascensão do Brasil pré-histórico – e explica por que ocorreu sua queda.”Reinaldo pensa como cientista, escreve como jornalista e tem coração de arqueólogo. Seu livro faz um excelente trabalho ao contar para o público, de maneira clara e com graça, um pouco da nossa fascinante e pouco conhecida história profunda.” – Eduardo Góes Neves – arqueólogo da USP”Reinaldo José Lopes através do livro 1499: O Brasil antes de Cabral mostra como transformar de maneira honesta o fato científico em uma bela e deliciosa narrativa.” – Maria Cátira Bortolini – Geneticista da UFRGS”Tenho certeza de que a presente obra, além de saciar os curiosos e simpatizantes, será também utilizada em cursos básicos de arqueologia pelo país afora. Recomendo veementemente a leitura deste livro.” – Walter Alves Neves – bioantropólogo da USP”Basta relaxar e apreciar esse roteiro que nos conduz ao passado. Nessa máquina do tempo, o autor narra historias, de forma extremamente agradável, com precisão cientifica e muito humor.” – Fábio Oliveira Freitas – agrônomo e pesquisador da Embrapa

R$34,90

O homem que venceu Auschwitz

O livro conta a extraordinária história real um soldado britânico que se infiltrou no campo de concentração de Auschwitz. No verão de 1944, Denis Avey trabalhava num campo de prisioneiros de guerra próximo ao campo de concentração de Buna-Monowitz, conhecido como Auschwitz III. Já tinha ouvido falar da brutalidade no tratamento dos prisioneiros de lá e estava determinado a testemunhar o que podia. Traçou, então, um plano para trocar de lugar com um prisioneiro judeu e infiltrou-se no campo de concentração, onde foi a testemunha ocular da barbárie que lá ocorria. Durante muitas décadas, Avey não se sentiu preparado para relatar a experiência do passado, porém agora, aos 91 anos, revela em seu livro tudo o que presenciou. O homem que venceu Auschwitz está desde seu lançamento na lista dos mais vendidos britânica.

R$44,90

Dunkirk

Trezentos mil homens das forças aliadas cercados pelo exército alemão. A batalha já está perdida. Quantos podem sonhar em voltar para casa?
Maio, 1940. O exército alemão estrategicamente avança pela Floresta das Ardenas, uma região francesa de colinas montanhosas, em direção ao norte, e também conquista os Países Baixos, ao Leste. Os exércitos aliados da Grã-Bretanha e França estão cercados. A única alternativa possível para evitar uma verdadeira catástrofe é evacuar as forças aliadas imediatamente. Soldados, marinheiros, políticos e generais são convocados para a Operação Dínamo, na tentativa de resgatar o maior número possível de homens. Navios, contratorpedeiros, aviões e bombas voam sobre a praia de Dunkirk. Cinco nações resolvem se unir. Ninguém quer ser deixado para trás. Outras operações são criadas, mas o tempo é muito curto quando se trata de tantas vidas.
Um drama real, muito além de histórias pessoais ou do relato de um único país em perigo: a retirada de Dunkirk ganha uma nova perspectiva, sob o olhar do diretor Christopher Nolan e do autor premiado Joshua Levine.
“Fascinante.” Sunday Times
“Um retrato próximo de um momento trágico e traumático, transmitido para a nossa época pelas palavras dos que vivenciaram essa experiência. ” Sunday Telegraph

R$29,90

E se estivermos errados?

Nós vivemos em uma cultura de certezas casuais.Esse sempre foi o caso, não importa quantas vezes essas convicções tenham falhado. Embora nenhuma geração acredite que já sabe de tudo, o pensamento corrente é sempre que o que se define e aceita como verdade é (provavelmente) bem próximo de como a realidade será vista para todo o sempre. E aí, é claro, o tempo passa. Ideias se modificam. Opiniões se invertem. O que antes se considerava razoável, aos poucos começa a parecer absurdo, substituído por perspectivas modernas que, por sua vez, também parecem irrefutáveis e certas – até, é claro, não serem mais.E se estivermos errados? analisa o mundo contemporâneo como ele será visto quando for um passado distante. Chuck Klosterman faz perguntas que são profundas em sua simplicidade: será que temos certeza da nossa compreensão da gravidade? E do tempo? Qual será a lembrança definidora do rock, daqui a quinhentos anos? Será que devemos levar nossos sonhos mais a sério? Será que devemos levar nossa televisão mais a sério? O esporte organizado está fadado à extinção? É possível que o maior artista da nossa época é, no momento, um total desconhecido? (Ou, pior ainda, alguém famoso, mas totalmente desacreditado?) É possível que nós superestimemos a democracia? E – talvez um cenário ainda mais perturbador – será que chegamos ao fim do conhecimento? Passando por uma variedade de assuntos e problemas dos mais viscerais aos mais subjetivos, E se estivermos errados? é um bombardeio surpreendente de ideias. Construído a partir de entrevistas com pensadores, visionários e criativos como Junot Díaz, Neil deGrasse Tyson e Ryan Adams, combinadas com o humor rascante, o ritmo intenso e as análises únicas que só Klosterman ousaria fazer, é um livro sobre as coisas que não temos como saber, explicadas como se já soubéssemos. É sobre a maneira que vivemos agora, pensada como se o “agora” já fosse história.

R$39,90

A mulher do oficial nazista

“Este livro extraordinário é uma das melhores memórias sobre o Holocausto já escritas.”
– Library Journal
Até onde você iria para sobreviver a uma guerra?
Edith Hahn era uma mulher austríaca extrovertida e de opinião forte quando a Gestapo aprisionou os judeus em um gueto e, depois, em um campo de trabalhos forçados. Quando Edith retornou à Viena, ela sabia que seria cassada pelos nazistas. Resolve, com a ajuda de uma amiga cristã, criar uma nova identidade. Assim emerge Grete Denner. Foi como Grete que ela conheceu Werner Vetter, um membro do partido nazista que se apaixonou perdidamente por ela. Apesar de seus protestos e de confessar ser judia, Werner a pediu em casamento e manteve sua identidade em segredo.
Neste relato incrível, Edith conta como era viver em constante medo. Ela revela como os oficiais nazistas casualmente questionavam a linhagem de seus pais; como ela recusou analgésicos durante o parto de sua filha; o momento em que seu marido foi capturado pelos soviéticos e ela foi expulsa de sua casa, escondendo-se em escombros porque soldados russos bêbados estupravam mulheres na rua. Suas experiências formam um testemunho emocionante de um dos períodos mais avassaladores da história.
“Uma história incrível.”Jewish Post
“Um exemplo inspirador de perseverança diante de adversidades terríveis.”Publishers Weekly
“Este livro cativante mostra como o instinto de sobrevivência nos leva a dormir com nosso inimigo.”Kirkus Review
“Uma linda história de sobrevivência e superação de seus maiores medos.”Washington Jewish Weekly

R$34,90

O zoológico de Varsóvia

Jan e Antonina Zabinski eram os encarregados do Jardim Zoológico de Varsóvia quando, no início da Segunda Guerra Mundial, a Alemanha invadiu a Polônia, e os bombardeios que destruíram a cidade mataram boa parte dos animais. O casal passou, então, a esconder judeus nas celas vazias, aproveitando a obsessão dos nazistas por animais raros e com isso salvou mais de trezentas pessoas condenadas. Sua história, no entanto, desapareceu por entre as frestas da “grande” História, como às vezes acontece com os atos de compaixão radical e extrema coragem. Este livro de Diane Ackerman é o testemunho poderoso dessa coragem, uma história que celebra, com rara sensibilidade, a beleza, o mistério e a tenacidade do espírito humano e da própria vida.
“Formidável, exuberante, sábio e divertido.”Washington Post
“A natureza é paciente; as pessoas e os animais, fundamentalmente decentes. E a escrita, como sempre, supera o massacre – essa é a mensagem de O Zoológico de Varsóvia.”The New York Times
“Diane Ackerman estava destinada a escrever este livro.”Los Angeles Times

R$34,90

Histórias não (ou mal) contadas : Segunda Guerra Mundial

Através de um ponto de vista pouco convencional – que não segue a ordem cronológica dos fatos, não narra campanhas militares, nem tampouco almeja ser a biografia oficial de generais e de líderes políticos -, o historiador Rodrigo Trespach nos leva a conhecer um pouco mais sobre o maior conflito bélico de todos os tempos. Baseado em fontes primárias e vasta bibliografia, com uma linguagem simples, ágil e precisa, Rodrigo nos convida a conhecer a Segunda Guerra Mundial por uma perspectiva inédita: a história de personagens ocultos e menosprezados, como as minorias étnicas, os homossexuais e as mulheres. Tudo sem deixar de lado a história sobre nazistas, judeus e a vida íntima de Hitler, Churchill, Roosevelt e Stálin. Sempre destacando os fatos surpreendentes e pouco conhecidos relacionados a eles. Em Histórias não (ou mal) contadas: Segunda Guerra Mundial 1939-1945 será possível entender que não existe uma única versão a ser contada, mas diferentes narrativas alternativas. Você não pode deixar de conhecer histórias que muitos resolveram esconder.

R$39,90