Exibindo todos 5 resultados

O álbum branco

, O álbum branco,

R$49,90

O ano do pensamento mágico

“Após terem visitado sua única filha, Quintana, internada depois de sofrer de pneumonia seguida por um choque séptico, Joan Didion e seu marido, o escritor e diretor John Gregory Dunne, sentam-se para jantar. A noite é interrompida quando John sofre um ataque cardíaco fulminante, colocando fim na parceria de quarenta anos com Didion. Dois meses depois, Quintana se recupera – apenas para sofrer um colapso no aeroporto de Los Angeles e passar por seis horas de cirurgia para remover um hematoma cerebral.Em , Joan Didion explora uma experiência pessoal e, ainda assim, universal: o retrato de uma vida em comum que termina abruptamente, os bons e os maus momentos de um casamento e da maternidade, capaz de emocionar qualquer pessoa que já amou um cônjuge ou uma criança. ”

R$49,90

1942 : O Brasil e sua guerra quase desconhecida

Passados mais de setenta anos, a Segunda Guerra Mundial ainda é um assunto que fascina milhares de pessoas ao redor do mundo. O Brasil não é diferente. Por isso mesmo pode ser surpreendente que a participação do país no conflito seja ignorada pela maior parte da população. É para preencher essas lacunas na história brasileira que João Barone, consagrado baterista da banda Os Paralamas do Sucesso, apresenta 1942 – O Brasil e sua guerra quase desconhecida. Nesta nova edição ampliada, Barone, cujo próprio pai foi um pracinha, traz textos e fotos extras que iluminam ainda mais o passado da Força Expedicionária Brasileira e fazem do seu livro um documento indispensável para entender a participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial.”1942 é fundamental para quem quiser conhecer o assunto.” –  Jô Soares”Barone oferta aos leitores esse livro repleto de aventura, ação e reflexão, num momento em que o país pegou em armas e lutou do  lado certo.”  Eduardo Bueno, Peninha ,  jornalista  e historiador  “João Barone realiza um trabalho de relevo no resgate da memória dos pracinhas, sensível aos anônimos e mais vulneráveis que se tornaram heróis numa guerra assimétrica  e cruel.” –  Marco Lucchesi , presidente da ABL”O que se narra aqui não é apenas o relato da participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial. Apesar de o livro servir também como narrativa histórica impecável – e os historiadores que se cuidem, pois um baterista da linha de frente do rock brasileiro decidiu se entrincheirar pelo terr itório inconstante da História –, o que se revela é a odisseia particular de um filho em busca do pai.” –  Tony Bellotto , músico e escritor”Faça como o João Barone, não esqueça a Segunda Guerra Mundial. Somos filhos dela, independente de nossas idades.” –  Alberto Dines , jornalista e escritor”Este livro se ergue, como filho nos ombros do pai, contra um inimigo abominável – oponente mais letal que o chumbo, mais destrutivo que a pólvora, mais humilhante que a derrota, mais ultrajante que a mentira, mais injusto que a ingratidão, mais irremediável que a morte –, este livro se ergue, memória de um pai nos ombros do filho, e diz não ao mais vil dos demônios:  esquecimento. Depois de vencer o nazifascismo, a guerra não acabou para os pracinhas brasileiros – seus descendentes travam a luta contra as trevas do oblívio.” – Pedro Bial”Explicar a importância e o sacrifíciodos soldados brasileiros durante a Segunda Guerra não é tarefa simples. Com clareza e conhecimento transmitidos em narrativa envolvente, Barone consegue cumprir a missão.” –  Marina Amaral , colorista de fotos

R$34,90

Perfis de coragem

Em 1955, John F. Kennedy, então senador dos Estados Unidos, escolheu oito de seus colegas históricos e escreveu um perfil sobre cada um deles, com enfoque em seus atos de integridade surpreendente quando confrontados com uma oposição ferrenha. Alguns desses heróis são John Quincy Adams, Daniel Webster, Thomas Hart Benton e Robert A. Taft.
Vencedor do Pulitzer de 1957, Perfis de Coragem ressoa com lições atemporais sobre a mais valorizada das virtudes e é um lembrete poderoso da força do espírito humano.
“Meus pais acreditavam que heróis realmente existem e que todos podem aprender com seus exemplos. Os heróis de meu pai eram homens e mulheres dispostos a arriscar suas carreiras para fazer o que era certo para o país. Perfis de coragem narra as histórias dessas pessoas.”Caroline Kennedy
“Se há uma lição a ser tirada das vidas dos homens que John Kennedy retrata neste livro, se há uma lição a ser tirada de sua vida e de sua morte, é que no nosso mundo ninguém pode se dar ao luxo de ser apenas um observador, um crítico à margem de tudo.”Robert F. Kennedy
“Meu pai ensinou a todos nós que nunca se é velho ou novo demais para o serviço público. O desafio lançado pelo presidente Kennedy em sua cerimônia de posse – “Não pergunte o que seu país pode fazer por você, mas sim o que você pode fazer por seu país” – resumiu sua vida e sua carreira, e continua tão verdadeiro hoje quanto há quarenta anos. Para mim, o legado de seu governo permanece vivo nos milhares de americanos que foram inspirados por ele e que se envolveram em suas comunidades, escolas, vizinhanças, fazendo parte do Movimento dos Direitos Civis e do Corpo da Paz. Os Estados Unidos foram transformados pela energia e pela dedicação de uma geração. Agora, cabe a nós redefinir esse compromisso a cada época.”Caroline Kennedy

R$49,90

Uma guerra americana

Uma distopia na tradição de The handmaid’s tale… um romance magnífico e uma heroína que nos mostra uma possível visão do futuro…
O ano é 2074. Uma guerra por combustíveis explode nos Estados Unidos após a desastrosa combinação de uma mudança climática ignorada pelos líderes mundiais e uma política conservadora e autoritária.
Sarat Chestnut, nascida em Louisiana, é só uma menina de 6 anos quando o terror da guerra invade a sua casa. Tudo o que a envolve – a disputa pelos combustíveis, a cidade destruída e os drones que voam pelo céu – é um prelúdio para um horror maior: a morte de seu pai e a marcha do que sobrou de sua família para um campo de concentração. Mas é nesse lugar, influenciada por um estranho funcionário local, que Sarat se transforma em um instrumento mortal de guerra. Sarat se tornará a peça chave que moldará o futuro do planeta, não sem antes destruir a vida de muitas outras pessoas.
Uma guerra americana é a história de uma nação contada da perspectiva extremamente particular de uma família, e das emoções e decisões desesperadas que são tomadas quando a prioridade é a sobrevivência.
“Sem dúvidas, Uma guerra americana deve ser lido como um alerta.”The Independent

R$39,90