Exibindo todos 5 resultados

O álbum branco

, O álbum branco,

R$49,90

O ano do pensamento mágico

“Após terem visitado sua única filha, Quintana, internada depois de sofrer de pneumonia seguida por um choque séptico, Joan Didion e seu marido, o escritor e diretor John Gregory Dunne, sentam-se para jantar. A noite é interrompida quando John sofre um ataque cardíaco fulminante, colocando fim na parceria de quarenta anos com Didion. Dois meses depois, Quintana se recupera – apenas para sofrer um colapso no aeroporto de Los Angeles e passar por seis horas de cirurgia para remover um hematoma cerebral.Em , Joan Didion explora uma experiência pessoal e, ainda assim, universal: o retrato de uma vida em comum que termina abruptamente, os bons e os maus momentos de um casamento e da maternidade, capaz de emocionar qualquer pessoa que já amou um cônjuge ou uma criança. ”

R$49,90

Os presidentes

Dizem que brasileiro não sabe votar porque não tem memória. Porque não lembra que um certo presidente não teria sido eleito sem um acordo entre os ricos. E que outro contou com uma ajudinha na imprensa. Teve também o que ganhou poder graças às fake news. E aquele que comprometeu as contas públicas. Sem falar do que atropelou as instituições em nome de uma mítica conexão direta com o povo. Também não lembra que a falta de comunicação de um certo presidente contribuiu para que uma campanha de saúde se transformasse em revolta. E que o autoritarismo de outro levou a torturas e assassinatos.Foi para refrescar nossa mente que o jornalista Rodrigo Vizeu resolveu mergulhar na história do Brasil e traçar um perfil completo de 32 dos nossos presidentes. E assim criou, na Folha de S.Paulo, o podcast Presidente da Semana, que inspirou este livro. Trazendo comentários de grandes especialistas, como José Murilo de Carvalho, Boris Fausto, Lilia Moritz Schwarcz e Heloisa Starling, Vizeu dá vida aos personagens e nos leva a conhecer a própria história do Brasil, marcada por uma dança de cadeiras de oligarcas, militares e populistas em uma frágil democracia.Rodrigo Vizeu dá uma contribuição de valor inestimável ao resgatar a história dos presidentes de nossa tumultuada república. Seu trabalho é um exemplo de como combinar jornalismo e história na importante missão de ajudar os brasileiros a olhar o passado com o objetivo de entender o presente e preparar a construção do futuro.Laurentino Gomes, jornalista e escritor best-seller

R$49,90

O inimigo do povo

Jim Acosta nunca quis ser a notícia. Como um repórter veterano, famoso por fazer perguntas difíceis e diretas, ele passou pela cobertura da corrida presidencial de Trump achando que já tinha visto de tudo. No entanto, enquanto Trump se preparava para assumir o cargo, o jornalista se encontrou em território inexplorado: estava relutante em tolerar os inúmeros ataques do novo presidente à imprensa e à emissora onde trabalha, a CNN. Em pouco tempo, ele estava no centro da guerra do presidente à mídia. O que começou durante a campanha e se estendeu até depois de Trump ser eleito tomou proporções drásticas durante os dois primeiros anos do governo, conforme as consequências de confrontar Trump e os perigos pessoais para os jornalistas que o desafiavam se tornavam cada dia mais extremos.
Em O inimigo do povo, Acosta revela pela primeira vez a história completa de sua experiência cobrindo a campanha de Trump e seus primeiros anos de governo, oferecendo um relato privilegiado da forma como o líder dos Estados Unidos utilizou a guerra à mídia para abalar a própria democracia norte-americana. Nos bastidores das grandes histórias e dos escândalos da administração de Trump, Acosta destrincha as mentiras ditas e vai além ao mostrar o verdadeiro custo da retórica que despertou as mais sinistras forças políticas do país. O repórter também retrata como é ser o correspondente mais odiado pelo presidente e por que diante de tantos ataques adotou uma estratégia controversa que o colocou em um enorme risco profissional e pessoal, se tornando um alvo para a vingança da Casa Branca.
Comentando entrevistas, transcrições, conflitos e discussões com algumas das figuras mais emblemáticas do governo americano — como Sean Spicer, Jared Kushner, Sarah Huckabee Sanders, Reince Priebus, Steve Bannon e Stephen Miller, apenas para nomear alguns —, o resultado é uma perturbadora e oportuna crônica sobre as dificuldades diárias de cobrar a Casa Branca a cumprir sua palavra e se responsabilizar por suas ações. Em um momento em que a hostilidade em relação à mídia atingiu níveis alarmantes e ameaças físicas a jornalistas estão se tornando cada vez mais comuns, este livro é um lembrete necessário de que os fatos importam, e que, mesmo sendo um momento perigoso para dizer a verdade, ela, hoje, é mais importante do que nunca.

R$54,90

Garoto devora universo

A vida de Eli Bell é complicada. Ele não conhece o pai, sua mãe está na cadeia e seu padrasto é um traficante de heroína. O adulto mais estável na vida de Eli é Slim — um notório criminoso famoso por ser o maior recordista de fugas de prisão do país — que cuida de Eli e August, o menino gênio que fez voto de silêncio e irmão mais velho de Eli.
Exilado no subúrbio de Brisbane, o garoto de doze anos de alma velha e mente adulta quer apenas seguir o seu coração, descobrir o que significa ser um bom homem e começar sua carreira jornalística. A vida, no entanto, insiste em colocar obstáculos no caminho de Eli — sendo que o maior deles é Tytus Broz, o lendário traficante de drogas de Brisbane.
Uma história de irmandade, amor verdadeiro, família e a mais improvável das amizades, Garoto devora universo é o conto de um adolescente prestes a descobrir que tipo de homem ele vai ser. Com uma narrativa poderosa e encantadora, a obra de Trent Dalton é um dos maiores lançamentos literários do ano.

R$49,90