Exibindo todos 17 resultados

A psicologia financeira

O livro de finanças mais comentado dos últimos anos !, A forma como lidamos com o dinheiro – finanças pessoais, investimentos, decisões de negócios – costuma ser explicada como um campo puramente matemático, no qual dados e fórmulas nos dizem o que fazer. A verdade, porém, é que grandes decisões monetárias não são tomadas diante de uma planilha, mas durante jantares com a família e reuniões com os colegas de trabalho. Além disso, cada decisão é um reflexo da história pessoal e das dificuldades enfrentadas pelo indivíduo que a tomou.Abordando a gestão financeira de maneira inédita, Morgan Housel apresenta casos de sucessos e fracassos que demonstram a importância do fator psicológico nas finanças, oferecendo aprendizados para administrar e fazer o dinheiro render em busca do maior objetivo de todos nós: a felicidade.

R$44,90

Criaturas de um dia

Uma enfermeira e sua luta contra a dor de perder um filho para as drogas e o crime. Um executivo de sucesso que, diante do suicídio de seu mentor, desespera-se com as lacunas e os segredos presentes em todos os relacionamentos humanos. Uma psicóloga recém-formada cujos estudos prejudicam as memórias preciosas de seu amigo de infância que acabara de morrer. Um homem cuja recusa total de qualquer filosofia abala a confiança do próprio terapeuta. Criaturas de um dia é a continuação do best-seller Carrasco de amor, em que o psiquiatra Irvin D. Yalom divide mais dez histórias emocionantes que nos ensinam a buscar um sentido para a vida e aceitar de forma tranquila com seu fim inevitável.

R$34,90

Por que amamos

Por que amamos? O que está por trás desse sentimento que, segundo dizem, move montanhas?, É se debruçando sobre a filosofia, a ancestralidade, mitos africanos, indígenas, orientais, ocidentais e até sobre a biologia que Renato Noguera nos leva a refletir sobre os diferentes significados do amor., Amar é querer aprender, ensinam-nos os gregos. A esse aprendizado, soma-se outro fundamental, desta vez proveniente de culturas afro-indígenas: amar não é uma emoção individual, mas coletiva, e pode envolver duas, três, quatro pessoas, ou mesmo uma comunidade inteira – o que é explicado também pela biologia., A alquimia de Noguera está em mostrar como os ensinamentos de filósofos e pensadores das mais diversas eras e sociedades não se contradizem, mas complementam-se., Por que amamos? Não há apenas uma resposta – assim como não há apenas uma forma de amor.

R$34,90

Micro-hábitos

A mudança é fácil — uma vez que ela começa, cresce por si só. E BJ Fogg vai mostrar exatamente como fazer isso. Deixe para trás a fadiga. Livre-se da culpa. Pare de se sentir mal a todo momento. Melhorar sua vida é muito mais fácil do que você imagina: basta pegar um hábito, reduzi-lo à última escala e descobrir onde se encaixa de maneira natural em sua vida para que ele cresça praticamente sozinho.BJ Fogg, guru do Vale do Silício e pesquisador renomado da psicologia humana, desvendou o código de como se forma um hábito. Baseado em vinte anos de estudo e utilizado por mais de 40 mil pessoas, seu método Micro-hábitos revela que a chave para a mudança de comportamento é o oposto do que sempre foi dito. Não é sobre força de vontade: é sobre o foco no que é fácil de mudar.Micro-hábitos oferece um guia prático, inédito e imediatamente aplicável. Não é apenas um resumo de métodos que já existem — cada capítulo traz descobertas intrigantes e passos simples para melhorar sua vida, baseados na pesquisa revolucionária de BJ Fogg. Aprenda a direcionar sua atenção para o que quer fazer (e não o que os outros acham que deveria fazer) e você vai descobrir que cultivar uma vida mais feliz e saudável pode ser fácil e surpreendentemente divertido.

R$44,90

Como ser pleno num mundo caótico

Tim Desmond – importante filósofo budista que já deu aulas de psicologia em Yale e hoje lidera um projeto de saúde mental no Google – oferece um caminho único de crescimento pessoal, conexão e alegria. No início da vida adulta, quando entrou em contato com os ensinamentos do monge budista Thich Nhat Hanh, Desmond conseguiu mudar sua forma de pensar e agir, emergindo não só com força interior e alegria, mas também com uma profunda compreensão da aflição humana como algo necessário na vida. Após uma infância difícil, o autor cresceu rebelado com tudo e todos, mas, ao seguir as palavras do famoso budista e meditar em alguns de seus retiros espirituais, percebeu uma verdade: não precisamos praticar o mindfulness para aumentar a produtividade no trabalho ou melhorar o sono, e a prática não deve vir de uma religião, uma filosofia ou de situações hipotéticas. Na verdade, o mindfulness deve estar enraizado na dor, na tristeza, na solidão e no trauma do aqui e agora – porque é o único antídoto verdadeiro para este mundo às vezes miserável que chamamos de lar. Com palavras leves e descontraídas, Desmond apresenta um dos melhores guias para começar a praticar o mindfulness e também para superar traumas, enfrentar momentos difíceis e dialogar com algumas das pessoas mais complicadas de sua vida. Repleto de anedotas e experiências pessoais – inclusive negociações com grupos conflitantes durante o movimento Occupy Wall Street -, Como ser pleno num mundo caótico nos mostra como não desistir em meio às tempestades que a vida nos lança.

R$34,90

A evolução improvável

A mente humana é repleta de contradições: trabalhamos muito para alcançar nossos objetivos, mas, quando o fazemos, a felicidade é fugaz se comparada aos nossos esforços. Desejamos que amigos triunfem, mas não conseguimos evitar a inveja caso obtenham sucesso demais. Ficamos horrorizados diante do pensamento de conhecidos sendo assassinados, mas não nos preocupamos quando soldados matam pessoas estranhas para nós. Reclamamos sobre o quão complicados chefes podem ser, mas frequentemente somos tão desagradáveis quanto eles quando estamos no comando. Essas inconsistências podem parecer irracionais, mas cada uma delas foi um efeito da evolução a fim de exercer uma função importantíssima em nossas vidas. Os aspectos mais fundamentais de nossa psicologia foram moldados para sempre pelo “salto social” dado por nossos ancestrais quando saíram da floresta e foram para a savana. Em meio às dificuldades para sobreviver em campos abertos, eles priorizaram o trabalho em equipe e a sociabilidade em vez de vantagens físicas, criando uma maneira inédita de pensar, que mudaria para sempre o lugar dos seres humanos no planeta. Em A evolução improvável, o psicólogo William von Hippel traça nossa história evolutiva para mostrar como eventos do passado distante continuam a influenciar nossas vidas hoje, desde por que exageramos até por que acreditamos em nossas próprias mentiras. Misturando antropologia, biologia, história e psicologia com ciência evolutiva, este livro é um inovador e provocativo olhar sobre o Homo sapiens que nos concede novas pistas sobre quem somos, por que fazemos o que fazemos e como podemos viver uma boa vida.

R$49,90

O enigma de Espinosa

Assim como aconteceu com Nietzsche e Schopenhauer, o escritor e psiquiatra Irvin D. Yalom viu o personagem perfeito em Baruch Espinosa, filósofo judeu do século XVII responsável por obras que revolucionaram o pensamento ocidental – e o fizeram ser excomungado da comunidade judaica. No entanto, pouco se sabe sobre Espinosa. Como, então, falar sobre alguém com uma vida tão secreta?
Depois de muito procurar, uma informação chamou a atenção do autor: em 1942, a força-tarefa de Alfred Rosenberg, servo fiel de Hitler e principal responsável pela política racial do Terceiro Reich, confiscou toda a obra de Espinosa.
Que interesse um oficial nazista teria pelos livros de um pensador judeu? Por que o governo hitlerista não os queimou, como fez com tantas outras
obras em vários lugares da Europa? O que seria “o problema de Espinosa”, utilizado como motivação para o regime estudar e preservar seus livros? Para responder a essas perguntas, Yalom construiu uma impressionante narrativa ficcional em que intercala supostos acontecimentos da vida do filósofo iconoclasta e a do cruel assassino em massa, em uma história sobre as origens do bem e do mal, a filosofia da liberdade e a tirania do terror.

R$49,90

Reputação

Você pode até fingir que não, dizer que não está nem aí, mas a verdade é que todos nós nos importamos mais do que gostaríamos com a opinião dos outros.
Aí está o problema: você tem pouquíssimo controle sobre o que dizem a seu respeito.
Tanto faz seu esforço em ser gentil, simpático e sorridente todos os dias. Basta um conhecido vê-lo de longe num dia de fúria (quem nunca?) e pronto: sua reputação já era.
Neste livro, os professores Clóvis de Barros Filho e Luiz Peres-Neto explicam com leveza e bom humor a importância da reputação na vida em sociedade e o modo como ela vai sendo construída ao longo de nossa vida.
Prepare-se para repensar o que pensam de você.

R$39,90

Quando Nietzsche chorou

No final do século XIX, Josef Breuer parece estar no auge de sua carreira após curar uma paciente com seu novo método de tratamento, a “terapia através da conversa”. No entanto, isso também se revela um grande tormento, pois ele desenvolve obsessivas fantasias sexuais com sua paciente, que causam a ele insônia e pesadelos.
De férias em Veneza, Breuer encontra uma jovem russa que lhe pede um favor: tratar a depressão suicida do amigo Friedrich Nietzsche. A partir do encontro dos dois homens, o que se estabelece é uma relação na qual as funções de médico e paciente se confundem, pois, assim como o filósofo consegue alívio para suas angústias, Breuer também encontra, na filosofia de Nietzsche, algumas respostas para as próprias dores existenciais.

R$49,90

A cura de Schopenhauer

O diagnóstico de um câncer força o renomado psiquiatra Julius Hertzfeld a fazer um balanço de sua vida. A depressão e a tristeza dão lugar à vontade de rever pacientes antigos e à pergunta: será que o trabalho dele fez alguma diferença na vida das pessoas?
Julius resolve procurar Philip Slate, um ex-viciado em sexo, que considera seu maior fracasso como terapeuta. Ao encontrá-lo, Hertzfeld descobre que Philip curou a si próprio seguindo a filosofia pessimista de Arthur Schopenhauer e tornou-se um orientador filosófico. Para obter a licença que o habilitaria a atender pacientes, Philip propõe a Julius que o supervisione e, em troca, ensinará ao psiquiatra o pensamento do filósofo polonês — segundo ele, a cura para suas angústias em relação à morte iminente. Julius decide aceitar a proposta, mas exige que Philip participe das sessões de terapia em grupo.

R$49,90

Imersão

 UMA JORNADA  DESAFIADORA  COM UMA VISTA  MARAVILHOSA  AOS 36 ANOS,  Amanda se achava uma mulher bem-resolvida. Com a carreira estabelecida como médica endocrinologista, se preparava para dar uma pausa no trabalho e engravidar quando descobriu a traição do marido. Depois de um ano de terapia e tratamento com antidepressivos, continuava abalada e cada vez menos esperançosa. Decidida a tomar um rumo radical, Amanda parte para um seminário intensivo em um castelo na Escócia que promete revolucionar o modo de se relacionar consigo mesma.É neste cenário que ela conhece Mike, um terapeuta que utiliza técnicas inovadoras para curar traumas, resolver dramas internos e proporcionar uma viagem de autodescoberta. Após seis dias de imersão, ninguém sairá o mesmo – inclusive o leitor que decidir mergulhar na história e se entregar a essa proposta inovadora de processo terapêutico com uma narrativa literária como pano de fundo.

R$34,90

Arrowood

Sherlock Holmes pode solucionar um problema… mas Arrowood pode salvar sua vida.1895:  Londres está assustada. Um assassino assombra as ruas da cidade. Os pobres têm fome, os chefões do crime estão tomando controle e a polícia está operando além da sua capacidade. Enquanto os ricos se voltam para Sherlock Holmes, o celebrado detetive particular raramente visita as ruas densamente povoadas do Sul de Londres, onde os crimes são mais sujos e as pessoas são mais pobres.   Em um canto escuro de Southwark, as vítimas recorrem a um homem que detesta Holmes, sua clientela rica e os espetáculos da sua abordagem forênsica: Arrowood — psicólogo autodidata, bêbado ocasional e investigador particular. Quando um homem desaparece misteriosamente e a melhor testemunha de Arrowood é brutalmente esfaqueada na sua frente, ele e seu colega Barnett precisam encarar sua tarefa mais difícil até hoje: capturar o chefe da mais notória gangue de Londres…   Na tradição best-seller de Anthony Horowitz e Andrew Taylor, essa estreia gloriosa de ficção de suspense vai assombrar os leitores até muito depois da última página.   

R$44,90

O carrasco do amor

Qual o sentido da vida? Por que o sexo é tão importante? O que a morte representa para nós? De que forma lidamos com a dor? Como amar e ser amado plenamente? Estas são perguntas que, em algum momento, nos fazemos e que atormentam a existência da grande maioria dos pacientes do dr. Irvin D. Yalom. Psiquiatra há mais de trinta anos, Irvin D. Yalom reúne neste livro dez casos emocionantes de pessoas que lutaram bravamente para encarar as dificuldades e superar a dor: da angústia, da morte iminente, da impotência, da compulsão, do autodesprezo, da perda, da solidão. São histórias impressionantes que, além de explicar de maneira acessível e esclarecedora como funciona o processo terapêutico, revelam a coragem de seres humanos comuns que foram capazes de enfrentar seus demônios e transformaram para sempre o curso de sua trajetória e a relação com aqueles que os cercam. Nestas narrativas surpreendentemente verdadeiras, o escritor também disseca a delicada relação entre médico e paciente. Longe de se mostrar um observador distante, Irvin D. Yalom se coloca no olho do furacão, confidenciando aos leitores suas fraquezas, seus preconceitos, suas antipatias e até mesmo seus possíveis erros. Ao contrário do que se imagina, os bons terapeutas também se entediam, se envolvem, se identificam, são involuntariamente seduzidos e repelidos, amam e odeiam seus pacientes.O carrasco do amor é muito mais do que um livro sobre a terapia e seus benefícios. É um relato tocante sobre a capacidade humana de se superar, de encontrar o amor (por si mesmo e pelos outros), um significado para a vida e a vontade de sempre seguir adiante, mesmo sabendo dos percalços do caminho.

R$39,90

Mulheres e deusas

Fortes, intrigantes, resistentes. Os mitos femininos ao longo dos séculos contam um pouco acerca de todas as mulheres. Suas histórias não são diferentes do que vemos hoje: são contos de amor, beleza, ciúme, dominação, revolta. Em mundos governados por homens, as divindades e personagens míticas femininas levantaram as vozes para se impor e conquistar seus espaços.  E m Mulheres e deusas, o filósofo Renato Noguera explora as narrativas míticas gregas, iorubás, judaico-cristãs e guaranis a partir de um lugar de fala masculino baseado num diálogo entre pontos de vista femininos e masculinos. Com linguagem acessível, Noguera propõe uma reflexão sobre as emoções e tensões dos lugares reservados ao gênero feminino na sociedade, que nem sempre é “cor-de-rosa” e confortável. Mulheres e deusas é uma oportunidade de experimentar as “vidas” dessas figuras e entendê-las como espelho das mulheres reais.  O  que as deusas e as figuras míticas femininas têm a nos dizer? O que podemos absorver das histórias de Atena, Oxum, Liríope, Eva e Naiá? Em Mulheres e deusas, Renato Noguera propõe analisar os povos grego, iorubá, judaico-cristão e guarani partindo das histórias dessas personagens. As narrativas apresentadas revelam muito sobre a relação humana do mundo exterior com o interior e sobre as divisões de gênero e a construção das figuras de homem e mulher.  Com linguagem acessível e inclusiva, Mulheres e deusas explora a atualidade dos mitos para tentar compreender um pouco mais quem somos e como nossa sociedade se formou. Por meio dos arquétipos, podemos levantar questionamentos que digam respeito ao mundo contemporâneo, como as noções de sexualidade, casamento, beleza e trabalho. A maior proposta de Noguera é revisitar a realidade com um olhar feminino e mostrar o que as divindades ensinam sobre ser e se tornar mulher.   

R$29,90

Amar e ser livre

O imenso e invisível mundo dos afetosSe alguém busca os fundamentos para um mundo melhor, certamente há de passar pela questão dos relacionamentos, e o maior desafio é encontrar o caminho para vivê-los da maneira mais leve, plena e feliz. Com sabedoria e ponderação, Sri Prem Baba leva os leitores de Amar e ser livre a refletir não só sobre a qualidade e a saúde de nossos relacionamentos em todos os seus níveis – como interações sociais, espirituais etc. –, mas também sobre a forma como eles são elaborados, compreendidos e nutridos.Por meio das palavras iluminadas do mestre, o leitor aprende como germinar os afetos com mais apuro e sensibilidade. Neste livro, Prem Baba proporciona a serenidade e o equilíbrio necessários para o entendimento amplo de uma realidade para a qual a vida moderna parece obstruir a visão: a descoberta da generosidade e da simplicidade do que há de mais humano e divino nas pessoas.”Neste livro, Prem Baba se dedica ao tema de amplo interesse da qualidade amorosa e do desenvolvimento possível do sentido das relações amorosas, desde uma necessidade de verdade entre os casais e na família até o efeito dessa virtual verdade amorosa sobre o mundo inteiro.”Tales Ab’saber”Prem Baba mostra que a importância de um relacionamento feliz ultrapassa as fronteiras das pessoas envolvidas, vai além da realização pessoal e se torna uma questão de suprema importância para um mundo melhor. Amar, diz ele, requer uma grande coragem. E afirma que, se pudéssemos ter relacionamentos amorosos, saudáveis e construtivos, certamente não haveria tanta maldade no mundo. Para ajudar a iluminar o mundo, precisamos tentar primeiro iluminar a nós mesmos. Quem sabe aqui comece a sua jornada.”Bruna Lombardi

R$29,90

O melhor de Irvin D. Yalom – Kit

Um dos maiores filósofos de todos os tempos atormentado por uma crise existencial. Um psiquiatra com um câncer maligno. Um psicanalista diante de casos que desafiam seu conhecimento e experiência. Em uma única caixa com projeto gráfico inovador, a HarperCollins Brasil traz os maiores sucessos do autor best-seller Irvin D. Yalom. Tudo reunido em três livros em que realidade e ficção se misturam, assim como literatura, filosofia e psicanálise: “Quando Nietzsche chorou”, “A cura de Schopenhauer” e “Mentiras no divã”. Obras que nos lembram da capacidade humana de se superar, de encontrar o amor e de lutar para sempre seguir adiante, mesmo sabendo dos percalços do caminho.

R$89,90

O homem e seus símbolos

“A obra de Jung pode ser vista como um esforço de resgate e tradução. Na tentativa de compreender seu mundo interno, e o de seus pacientes, ele procurou resgatar o universo simbólico humano que habitualmente se encontra sob o poder das religiões, dos místicos ou das filosofias orientais. Jung foi um escritor prolífico.”Folha de S. Paulo”Jung cumpriu uma trajetória em que, a partir dos cacos a que a psicanálise freudiana reduzira o sentimento religioso, pretendeu reconstruir um misticismo possível para o século XX.”VejaQuando alguma coisa escapa da nossa consciência, essa coisa não deixou de existir, do mesmo modo que um automóvel que desaparece na esquina não se desfez no ar. Apenas o perdemos de vista. Assim como podemos, mais tarde, ver novamente o carro, também reencontramos pensamentos temporariamente perdidos.Parte do inconsciente consiste, portanto, de uma profusão de pensamentos, imagens e impressões provisoriamente ocultos e que, apesar de terem sido perdidos, continuam a influenciar nossas mentes conscientes. Um homem desatento ou “distraído” pode atravessar uma sala para buscar alguma coisa. Ele para, parecendo perplexo; esqueceu o que buscava. Suas mãos tateiam pelos objetos de uma mesa como se fosse um sonâmbulo; não se lembra do seu objetivo inicial, mas ainda se deixa, inconscientemente, guiar por ele. Percebe então o que queria. Foi o seu inconsciente que o ajudou a se lembrar.

R$59,90